5 maiores erros na hora da precificação do seu produto ou serviço

Provedor de e-mail: como escolher para minha empresa?
27 de setembro de 2019
Como sair do vermelho nas contas da sua empresa
Como sair do vermelho nas contas da sua empresa
28 de outubro de 2019

Apesar de não ter o mesmo protagonismo de tempos atrás no mercado, o preço ainda é fator que requer atenção da empresa/empreendedor. Por isso, há erros que devem ser evitados no momento da precificação de produtos ou serviço.

Além da precificação…

Conforme citado anteriormente, os preços de produto ainda têm peso importante no mercado, mas as pessoas têm se preocupado com outros fatores.

Pesquisa feita pelo site Zoom mostra que, em 2019, 48% das pessoas ainda veem os preços de produto como fator primordial. Em segundo lugar, porém, a chamada experiência de compra apareceu com 41%. Vale ressaltar que os números dizem respeito ao e-commerce.

Apesar disso, a preocupação sobre como escolher o preço do produto segue relevante na desenfreada concorrência do mercado.

Os 5 maiores erros na hora da precificação

1. Precificação sem pensar no preço de custo

Na tentativa de oferecer os preços de produto mais baratos, é preciso ter atenção se eles estão, ao menos, garantindo o preço de custo. Caso contrário, prejuízos podem ser gerados, e o negócio será comprometido.

Na hora de partir para a precificação de produto, saiba exatamente quais despesas estão em jogo. Pense também nos impostos e demais encargos que o seu empreendimento abarca.

2. Precificação de olho apenas na concorrência

Outro erro bastante comum é acompanhar o que a concorrência tem feito, com o objetivo de não ficar para trás. Como escolher o preço do produto envolve circunstâncias que variam de empresa para empresa, você pode se equivocar.

Afinal de contas, você não sabe quanto a outra empresa gasta com funcionários, tecnologias, ou mesmo como está a saúde financeira do concorrente.

Na hora da precificação, avalie todas as despesas para evitar prejuízos com preços muito baixos.
Na hora da precificação, avalie todas as despesas para evitar prejuízos com preços muito baixos. Imagem: Unsplash

3. Aumentar demais o preço

Outra atitude que também não é aconselhável é aumentar os preços de produto de forma excessiva, na tentativa de vender menos e lucrar mais. Acredite: o cliente sabe quando o valor do produto ou serviço está acima do valor de mercado. Faça pesquisas, antes de tomar essa decisão.

4. Pensar apenas na competição

Aqui, entra a velha tática de “cobrir tudo”. Em um primeiro momento, você pode vencer a disputa com um concorrente, mas uma questão crucial ficará em segundo plano: a fidelização do cliente.

Se a pessoa comprou em sua loja apenas por causa do preço, esse mesmo ponto irá fazer com que você seja desdenhado no futuro. Portanto, não pense na precificação de produto apenas sob esse aspecto.

5. Não pensar no valor agregado do produto/serviço

Voltando à questão da experiência e relação que o cliente pode ter com o produto, o valor agregado que ele tem para as pessoas também deve ser considerado. Por isso, pense em um preço de acordo com essa situação.

O que fazer, então?

  • Entender o público para o qual está comercializando;
  • Ter total ciência do seu capital de giro e o quanto precisa vender para chegar ao lucro;
  • Prepare uma estratégia com promoções, ofertas, brindes de acordo com as necessidades do seu cliente;
  • Avalie as despesas variáveis e fixas do seu negócio;
  • Utilizar um sistema de gestão de preços de produto, que pode ser feito por meio de um software específico, por exemplo.

Mais erros

A precificação é apenas um dos erros que empreendedores podem cometer. Quando se fala de pequenos empresários, há outros equívocos que também são vitais, como falta de planejamento, fraca presença digital e pouco investimento em marketing.

Por isso, acesse o infográfico “Os 10 principais erros do pequeno empresário” e saiba como manter o seu negócio em alta no mercado.

Terra Empresas

Escrito Por

Terra Empresas

O Terra Empresas traz soluções completas para você realizar negócios com os melhores produtos e serviços digitais

Anterior
Próximo
Deixe seu Comentário
Blog