Como fazer a expansão do seu negócio: um passo a passo

Quais são os benefícios do MEI e do profissional autônomo?
6 de setembro de 2018
Gestão de Recursos Humanos: como aplicar na pequena empresa
13 de setembro de 2018

Chega um momento em que o empreendedor sente que é hora de ampliar a empresa, seja para aumentar os lucros, sobreviver no mercado competitivo, ampliar o market share ou obter prestígio. No entanto, fazer a expansão do negócio sem o planejamento adequado pode ser uma catástrofe.

É necessário conhecer as opções disponíveis, estudá-las e pensar em todo o processo estrategicamente. Neste artigo, daremos um passo a passo para te ajudar. Confira!

 

Analise suas opções de expansão de negócios

Se você deseja realizar a expansão do negócio, saiba que existem alguns caminhos diferentes e que você deve analisá-los para saber qual é o melhor para sua empresa.

 

Firmar parcerias

As parcerias são excelentes opções, pois não demandam grandes investimentos e podem render um bom retorno. Para que dê certo, as empresas precisam ser de segmentos similares ou se complementarem. Também é preciso fazer um plano de negócio com investimentos e divisão de lucros.

 

Aumentar a variedade de produtos

Disponibilizar novos produtos ou serviços que complementem os que você já oferece é outra forma de fazer a expansão do negócio. É preciso apenas ter cuidado com os tipos de produtos e serviços que serão disponibilizados, para não investir demais e não ter retorno. O ideal é fazer uma pesquisa para saber o que seus clientes gostariam de comprar ou contratar.

 

Diversificar os canais de venda

Quando falamos em diversificação dos canais de venda, estamos falando sobre treinar representantes comerciais em outras cidades, recorrer a distribuidores ou mesmo vender pela internet. Assim como os outros tipos de expansão, esse também demanda tempo e investimento, mas tem tudo para valer a pena.

 

Transformar-se em uma Microempresa

Essa dica é voltada para os Microempreendedores Individuais (MEIs), que têm seu faturamento limitado a até 81 mil reais por ano. Nesse caso, a expansão provavelmente trará a necessidade de se tornar uma Microempresa (ME).

A vantagem é que essa modalidade facilita o aumento da atuação e dos ganhos, ainda possibilitando a contratação de mais funcionários e o aumento do público-alvo. Como você pode perceber, o caminho natural para um MEI que deseja expandir seu negócio é se transformar em uma ME.

 

Usar a tecnologia para alavancar as vendas

Outra opção é investir mais na divulgação dos produtos e serviços usando a internet. Atualmente, qualquer empresa que deseja se consolidar no mercado precisa estar atenta às mudanças. E uma das principais é exatamente essa!

De acordo com a 36ª edição do relatório WebShoppers, da E-bit, 25,5 milhões de pessoas fizeram ao menos uma compra por meio do e-commerce só no primeiro semestre de 2017. E a tendência é que cada vez mais pessoas passem a usar o ambiente online para pesquisar preços, comparar produtos e analisar as opções para a contratação de serviços.

Isso significa que a inserção da empresa no ambiente digital não ajuda apenas quem deseja vender por meio de um e-commerce. Portanto, mesmo que você tenha um estabelecimento ou preste serviços, ter uma boa visibilidade no ambiente digital pode ajudar a aumentar a carteira de clientes.

Existem ainda outras vantagens, como um maior conhecimento do perfil do público-alvo, que pode ajudar a gerar novas estratégias e até auxiliar no lançamento de produtos e serviços. Também é possível compreender melhor o comportamento da clientela a fim de lançar estratégias de marketing mais direcionadas.

Além disso, a internet também pode ajudar a controlar o orçamento, o pagamento a fornecedores e diversos processos internos. Por esse motivo, também é considerada uma forma promissora para a expansão dos negócios.

 

Entenda o que é preciso para crescer

Como você deve ter percebido, cada modelo de expansão tem necessidades diferentes e você precisa avaliar cada uma delas antes de começar de fato a investir. Pesquise a respeito do modelo escolhido e o entenda bem antes de optar por ele.

Entenda que provavelmente será necessário contratar funcionários, ter um planejamento tributário e outras questões que podem exigir um preparo prévio.

 

Considere os riscos

Expandir não se resume a lucros, uma vez que também existem riscos que precisam ser considerados. Qualquer que seja o tipo de expansão escolhida, custará dinheiro e é importante não dar um passo maior do que a empresa pode.

O endividamento é um dos riscos principais e o empreendedor precisa saber que os custos dos financiamentos refletem diretamente no preço dos produtos ou serviços ofertados.

A expansão deve ocorrer de forma natural, quando for o momento certo. Caso você note que os riscos são muito grandes e que não tem como reverter a situação caso algo dê errado, talvez ainda não seja a hora.

 

Avalie o mercado

Pesquise o máximo possível sobre o público atual e quais são seus concorrentes e veja se há uma demanda que você pode atender que eles ainda não tenham percebido. Ter um diferencial pode ser a chave para o sucesso.

Somente depois de ter analisado cada um dos pontos você poderá seguir em frente com mais probabilidade de que tudo ocorrerá bem.

 

Saiba onde e como solicitar crédito

Para fazer a expansão é necessário ter recursos. O ideal seria usar as próprias reservas, para não precisar fazer dívidas ou prestar contas a investidores, mas isso nem sempre é possível.

Você provavelmente precisará recorrer a um financiamento e existem diversas opções disponíveis. Algumas são:

  • incubadoras: as incubadoras oferecem gestão empresarial e assessoria jurídica, além de verbas de incentivo. O objetivo é capacitar o empreendedor em diversas áreas e ajudar a empresa a crescer.
  • aceleradoras: se você já tem um modelo de negócio testado, pode optar pelas aceleradoras, que focam em proporcionar mentoring, networking, infraestrutura e espaço físico para os empreendedores, além de ajudar a atrair os investidores.
  • Serasa: se você é ME ou MEI, consegue realizar o cadastro para fazer uma simulação e analisar qual a melhor opção de crédito para sua empresa. A vantagem é que o processo é completamente seguro e tudo é feito online.

 

Elabore um plano de expansão

Depois de escolher o melhor caminho para a expansão e pensar em como concretizá-lo, não se esqueça de elaborar um bom planejamento. Nele, você colocará os objetivos de marketing e comerciais, as metas e os prazos para alcançá-los.

Também é bom deixar registradas informações como a projeção de vendas e faturamento, de fluxo de caixa e das despesas. Ao colocar tudo na ponta do lápis, será bem mais fácil acompanhar a expansão do negócio e verificar se está caminhando como você planejou.

 

Serasa Empreendedor

Escrito Por

Serasa Empreendedor

O Serasa Empreendedor é o parceiro de todo MEI e ME, com acesso à crédito, score empreendedor e muito mais para o sucesso do seu negócio. Saiba mais: http://bit.ly/2MYu9An

Anterior
Próximo
Deixe seu Comentário
Blog
Conheça nossos Produtos