Descubra os produtos mais vendidos na internet em 2021

publicado por Terra Empresas

Minutos de Leitura 13min leitura

Descubra os produtos mais vendidos na internet em 2021

As lojas virtuais ganharam peso em 2020, devido às mudanças provocadas pela pandemia do novo coronavírus. Assim, em 2021 não foi diferente. Mas, você sabe quais são os produtos mais vendidos na internet neste ano? 

Quem é empreendedor sabe o quão importante é acompanhar essas mudanças para ter um bom posicionamento na hora de vender. Com as pessoas mais tempo em casa, categorias, como as de supermercados, moda, tecnologia, educação online e livros estão apresentando bons resultados. 

Agora, com a sinalização da flexibilização, o setor de viagens e turismo já apresenta um sinal de melhora. Esse segmento havia sido duramente impactado pelo cenário da pandemia. 

Neste artigo, a nossa intenção é ajudar você a entender como o mercado está. Dessa forma, vai ser possível planejar melhor as suas vendas para o final do ano e para 2022. Então, vamos lá?

Quais produtos são mais vendidos no Brasil pela internet?

De acordo com uma pesquisa realizada pela PayPal e BigDataCorp, as pequenas empresas detêm 52% do e-commerce brasileiro. Assim, já se pode imaginar que os produtos mais vendidos na internet em 2021 são de pequenos lojistas, não é verdade?

Esse dado é interessante, porque mostra que o varejo digital é uma ótima oportunidade para quem está começando um negócio. Além disso, o ROI (Return over Investiment, ou Retorno sobre o Investimento) tende a ser melhor do que o da loja física.

Isso acontece porque para a manutenção da loja física é preciso somar diversos esforços do negócio. Ou seja, o pequeno empreendedor precisa:

  • Cuidar do seu ponto de venda;
  • Contratar e gerenciar colaboradores;
  • Gerir fornecedores;
  • Garantir o pagamento em dia das contas fixas. 

Bem complicado, né? Não à toa as demandas da loja física costumam sobrecarregar o pequeno empreendedor, que está ainda em processo de aprendizado, entendendo seus produtos e seus clientes. 

Por isso, vale a pena começar uma loja primeiro no digital e depois partir para uma física.

Agora, para montar a sua loja online e aumentar as suas vendas, confira o que é tendência no mercado. Veja mais a seguir:

Informática

No setor de informática, muita gente precisou adaptar os seus aparelhos para poder trabalhar em casa. Com isso, cresceu a procura por webcams, cartucho, toner, teclado, mouse e roteador, além dos tablets. 

O movimento seguiu em alta em 2021 e, como muitas empresas adotaram a modalidade híbrida, em que metade da semana o trabalho é remoto e metade é presencial, essa categoria deve seguir com bons resultados nos próximos anos. 

Além disso, o trabalho a distância também ampliou a disponibilidade de profissionais qualificados para atividades freelancer. Uma pesquisa realizada pela Workana em 2021 mostra que o ticket médio desse segmento cresceu 20% na pandemia

Assim, é natural o crescimento de vendas de outros produtos de informática, como smartphones e notebooks. Esses profissionais são nômades digitais e precisam da melhor tecnologia para manterem-se em máxima conectividade.

Ginástica

O setor de ginástica é outro em que a procura ficou mais agitada. Para se ter uma ideia, os aplicativos de exercícios apresentaram um crescimento de 226% em 2020, de acordo com estudo realizado pela AppsFlyer

Quando as academias e parques estavam fechados, muita gente passou a fazer exercícios em casa. Dessa forma, as pessoas perceberam que era possível se exercitar sem sair da residência. Movimento que deve seguir mesmo após a retomada. 

Assim, a procura de estações de musculação e ginástica, elástico para exercícios, halteres e bicicletas ergométricas se destacaram e passaram a integrar a lista de produtos mais vendidos nas lojas virtuais. 

Games

Um dos grandes desafios dos pais durante uma pandemia é manter uma boa rotina de trabalho remoto com as crianças e adolescentes em casa. Pode parecer fácil, mas é algo que demanda bastante “jogo de cintura” para conciliar as duas “vidas” em um mesmo ambiente.

Em uma economia digital, é natural que as crianças e jovens desta geração estejam mais imersas e próximas de recursos tecnológicos e inovadores. Portanto, outro setor que está entre os de produtos mais vendidos em loja virtual, é o de games e acessórios. 

As cadeiras e os headsets (fones de ouvido) próprios para gamers também estão entre os itens mais vendidos online.

Os acessórios para consoles de videogame também apresentaram alta representativa, seguidos por console de videogame, jogos para o Playstation 4, além de consoles e joysticks.

Supermercados

Um dos segmentos que se reinventou durante a pandemia foi o de supermercados. Um pouco antes do início do período de isolamento, não era tão comum encontrar lojas como essas com disponibilidade de pedidos online. 

Até então, o mais comum era ter um site simples para divulgação da marca e do catálogo de produtos. De fato, um supermercado virtual era mais visto por grandes empresas do setor.

Porém, a Covid-19 também levou pequenos e médios empreendedores desse segmento para o digital. Hoje, eles estão presentes em marketplaces e aplicativos de delivery

No entanto, vale ressaltar que esses meios de divulgação têm um custo a mais para o comerciante, uma taxa sobre a venda. Dessa forma, o caminho mais rentável é ter uma loja virtual própria.

Nesse segmento, o destaque entre os produtos mais vendidos em loja virtual fica com os de higiene e limpeza, além de produtos alimentícios para serem preparados em casa.

Assim, produtos como álcool em gel, detergente e desinfetantes tiveram alta na procura. Doces e pães apresentaram bons índices também.

Celular e Telefonia

No setor de celulares e telefonia, os acessórios também estão na lista de produtos mais vendidos na internet no Brasil. Os destaques são:

  • Headsets para telefone;
  • Chips de celulares;
  • Acessórios;
  • Baterias de smartphones;
  • Capa e película para aparelhos.

Agora, com o anúncio da chegada da tecnologia 5G para 2022, é interessante que os empreendedores desse segmento se preparem para um aumento expressivo na venda de smartphones. 

Isso deve ocorrer uma vez que, hoje, não temos tantos celulares que suportam essa tecnologia. Sendo assim, os clientes que quiserem se beneficiar da máxima conectividade devem investir na compra de novos aparelhos.

Além disso, nesse movimento, uma tendência é que surjam mais pequenas e médias empresas provedoras de internet. Isso é o resultado tanto do crescimento populacional como da aceleração da transformação digital em cidades fora das regiões metropolitanas.

Beleza e Saúde

A questão da saúde está definitivamente na lista dos produtos mais vendidos em loja virtual. Preocupados com a disseminação do novo coronavírus, o termômetro clínico apresenta aumento de procura e está na lista dos mais vendidos online no Brasil. 

Os inaladores e nebulizadores também aparecem no ranking dos itens mais procurados. Entre os produtos de beleza estão aqueles para acne e pele oleosa, além de limpeza facial.

É interessante destacar que esse segmento conta com um impulsionamento forte nas redes sociais feito por meio das influenciadores digitais, o que ajuda a serem um dos produtos mais vendidos na internet. 

Assim, quem tem uma loja cosmética vale pensar em fechar parcerias com influencers para atrair mais clientes para a sua loja virtual

Uma dica: quanto maior é a quantidade de seguidores, mais oneroso tende a ser a parceria. Nesse sentido, vale buscar micro-influenciadores, ou seja, pessoas da sua região e que estão começando a ter engajamento.

Educação

Outro setor em alta é o dos cursos online, que se beneficia com a presença das pessoas mais tempo em casa. Com o trabalho em home office, muita gente aproveita o longo tempo que utilizava nos deslocamentos para aperfeiçoar algum ponto do seu currículo. A venda de livros pela internet também ganha força, inclusive os livros digitais.

Assim como os outros segmentos, o setor da Educação está passando pela digitalização. Escolas e universidades tiveram que implementar o ERE (Ensino Remoto Emergencial) e, para tanto, precisaram investir em recursos para disponibilizar materiais com qualidade e eficácia para seus alunos.

A tendência é que a Educação não seja mais a mesma, até mesmo após o retorno “ao normal”. 

O modelo de educação a distância tem se mostrado interessante tanto para as instituições de ensino, que têm oportunidades de redução de custos, como para os estudantes, sendo um fator interessante para a promoção de inclusão de pessoas que teriam dificuldades para ingressar em um curso presencial.

Moda

Ao contrário de outros setores, o mercado da moda apresentou uma queda em 2020 comparando com o ano anterior. De acordo com a pesquisa Mensal do Comércio, realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o segmento teve uma queda acumulada de 23%.

Em contrapartida, o setor apresentou um crescimento significativo nas vendas online, liderando o resultado do e-commerce

A procura por roupas mais confortáveis foi uma tendência de 2020 e deve se manter em 2021 e 2022. Isso vale tanto para o vestuário como para os calçados.

Móveis e Decoração

Outra tendência de 2021 está nos itens para a casa, como móveis e decoração. Durante a pandemia, as pessoas perceberam que o lar não estava com tanto conforto como acreditavam. 

A técnica do Feng Shui, arte de energizar o ambiente da casa para o equilíbrio das áreas da vida, se destacou e caiu no gosto popular. Inclusive, esse foi um dos fatores para esse segmento crescer. 

Muita gente procura reforçar o seu “cantinho” de trabalho e, com isso, mesas e cadeiras de escritório, além de poltronas confortáveis ganharam destaque. Peças de decoração também estão em alta quando falamos dos produtos mais vendidos na internet. 

Os produtos mais vendidos online são os mesmos vendidos em loja física?

Se você é um pequeno ou médio empreendedor e já tem uma loja física, é interessante começar a pensar em construir a sua presença digital. Uma Loja Virtual Pronta vai ajudar o seu negócio aumentar as vendas, sem ser necessário investir muito para isso.

É isso o que mostra um levantamento feito pela Visa Consulting & Analytics, braço de consultoria da Visa. Nesse estudo, identificou-se que, a partir do período em que o comércio tradicional ficou fechado na maior parte do Brasil, entre abril e junho de 2020, pelo menos 70 mil lojas que atuavam apenas fisicamente aderiram ao comércio online.

Com isso, conclui-se que, de uma forma geral, o mercado virtual ajuda na venda de produtos comuns do varejo. A maior diferença é que, ao se tornar digital, o alcance da sua loja será maior, podendo, assim, ampliar as vendas para todo o Brasil e até mesmo para o exterior.

Então, o que você achou deste artigo? Ao longo deste conteúdo, você viu que é interessante investir em um e-commerce e poder conhecer os produtos mais vendidos na internet, considerando os principais nichos do mercado varejista. 

Para que o seu negócio seja um sucesso de vendas, é importante contar com uma loja online que ofereça a melhor experiência para o usuário. 

Aproveite e confira como a Loja Pronta da Terra Empresas pode ajudar você.

Até logo!

FacebookTwitterLinkedin
Topo

Guia para usar as redes sociais no pequeno negócio

Saiba tudo sobre as principais redes sociais e comece a conquistar clientes pela internet já!

Enviando...

Ao enviar, você concorda em compartilhar suas informações com o Terra Empresas. Poderemos usá-las de acordo com nossa política de privacidade.