Cuidados na hora de empreender: conheça os erros mais comuns

Como funciona a declaração de Imposto de renda MEI
12 de abril de 2019
Transformação digital: facilite o trabalho na sua empresa
10 de maio de 2019

O ditado “errar é humano” pode até tirar o peso da culpa de muita gente, mas, quando se é um investidor, o problema é um pouco mais complexo. Uma decisão tomada afeta a vida de várias pessoas, pois implicará o risco de deixar algumas desempregadas ou de falir o seu negócio. O fato é que, quando se trata de empreender, a escolha não pode ser tomada sem uma reflexão prévia.

Uma pesquisa realizada pelo Sebrae alertou que 25% das empresas fecham anualmente por dificuldades no momento de empreender. Ou seja, os diretores, na hora de tomar uma decisão importante para a empresa, fazem uma escolha errada, o que desencadeia uma série de dificuldades, a ponto de falir um quarto dos empreendedores do Brasil anualmente. Seja por escolhas malfeitas ou apenas negligência, o fato é que é preciso saber empreender para garantir um negócio de sucesso.

Erros comuns

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) ressalta que, a cada 10 negócios abertos no Brasil, seis fecham antes de completar o quinto ano, por falta de conhecimento ao empreender. A pesquisa aponta que os erros são diversos e variam para cada pessoa. Por isso, é importante ficar atento a vários pontos:

Investir exige paciência. Saiba tê-la na hora da tomada de medidas. (Imagem: Ingimage)

Redes sociais

Não é segredo para ninguém que as redes sociais estão fazendo cada dia mais sucesso. Mas, afinal, é possível ter um negócio sem elas? A resposta é: muito dificilmente. É bem provável que, caso você seja um microempreendedor, até consiga dar continuidade ao seu negócio, mas, sem um perfil comercial na internet, dificilmente subirá o próximo degrau nas vendas.

Atualmente, quando se ouve falar de um negócio, automaticamente o cliente procura o que os outros estão falando sobre ele e também os produtos, seja por meio do Facebook, Twitter, Instagram ou de algum mecanismo de busca, como o Google.

Dessa forma, é importante que você saiba ser achado e manusear bem o perfil social da sua empresa.

Não ter um diferencial

Outro erro comum é você ser mais um do mesmo. Negócios que não apresentam um diferencial dificilmente conseguirão evoluir no mercado. O ideal é ter um ponto positivo que o diferencie dos seus concorrentes — e que você empreenda em cima disso.

Se o seu produto, por exemplo, tem as mesmas características que o do seu concorrente, foque o atendimento e faça daquilo um diferencial na hora de o seu comprador escolher você e não o outro.

É importante que você pense no futuro da empresa como um todo e planeje qual será a próxima inovação (para estar sempre à frente da concorrência).

Manutenção nos equipamentos de trabalho

Se as ferramentas de trabalho estão em perfeito estado, ótimo. Mas não fique na zona de conforto. Se o seu material de trabalho é o computador, por exemplo, saiba que algum dia ele pode amanhecer estragado e ficar dias na assistência técnica, o que vai te deixar sem trabalhar por tempo indeterminado. Se esse for o caso, tenha um plano B, como um computador reserva e todos os documentos arquivados na nuvem, facilitando que você os manuseie em um momento como esse.

Planejamento

Vai empreender fazendo um grande investimento? Faça um bom planejamento: verifique como está o mercado, pesquise a variação de preços nos últimos meses para saber se o mercado está realmente em alta e se vale a pena investir. Um bom planejamento evita que você dê um passo no escuro. Isso é saber empreender.

Dinheiro rápido

Empreender da maneira correta é saber que é preciso ter paciência na hora de colher os resultados. Um determinado investimento pode durar meses e até anos para dar frutos, e é preciso estar ciente disso. É claro que existem mercados que te darão retornos imediatos, mas esteja avisado: nem todos são assim. Faça um planejamento a longo prazo para saber colher os frutos.

Desorganização financeira

A desorganização financeira é um dos maiores problemas na hora de empreender corretamente. Isso porque boa parte dos empresários não fazem uma gestão adequada a curto e a longo prazo. Um reflexo desse momento é a entrada de funcionários na empresa e, semanas ou meses depois, outros do mesmo setor serem demitidos pelo excesso de trabalhadores. Muitas vezes haverá momentos em que o trabalho será em excesso, mas é preciso estar preparado para isso. Uma boa solução é procurar algum terceirizado ou empreiteiro para fazer a função extra — ou conversar com o seu funcionário e perguntar se ele está apto a entrar em um novo desafio.

Uma das dicas para manter a saúde financeira da sua empresa estável é ter sempre uma boa organização dos dados em relação a tudo que entra e sai. (Imagem: Ingimage)

Atuar na informalidade

Boa parte dos investidores começam a empreender na informalidade. No começo, pode até ser uma saída prática, no entanto, dessa maneira você estará se sabotando, pois a falta de um CNPJ impede que você faça a emissão de uma nota fiscal, abra contas para pessoa jurídica, solicite empréstimos com juros mais baixos, use máquinas de cartão de crédito etc. Atuar na informalidade, além de impedir seu crescimento, abre as portas para outra pessoa fazer o que você faz, mas da forma “correta”.

Empreender não é fácil

Embora seja o sonho de muita gente, empreender e atuar de maneira autônoma não é fácil. É preciso fazer um bom planejamento e saber que sempre existirão pontos para evolução. Nunca ache que sua mercadoria não precisa melhorar. Procure essa evolução para sua empresa, associada à vontade de crescer — e saiba que haverá erros em vários momentos, o importante é você aprender com eles e não desistir no primeiro obstáculo.

Gostou do conteúdo? Deixe um comentário!

Terra Empresas

Escrito Por

Terra Empresas

O Terra Empresas traz soluções completas para você realizar negócios com os melhores produtos e serviços digitais

Anterior
Próximo
Deixe seu Comentário
Blog