Menu Terra Blog Empresas

Negócio online: confira 5 dicas para começar do jeito certo

publicado por Terra Empresas

Minutos de Leitura 14min leitura

Negócio online: confira 5 dicas para começar do jeito certo

Para quem está começando a empreender, ter um negócio online é uma oportunidade de abrir uma loja com alto potencial de vendas e menor custo de manutenção da operação. Qualidades ideais para quem ainda não tem muito conhecimento em gestão, pois reduz o risco a perdas financeiras de grande valor.

Agora, para aqueles que já têm uma loja física, migrar o comércio para o virtual ajuda a aumentar as vendas nos dois cenários. Essa é uma boa prática que fortalece a presença digital da sua marca e atrai novos clientes. 

Neste artigo, vamos apresentar pontos que devem ser observados para começar o negócio online do jeito certo. Agora, você confere:

  • Qual negócio online abrir e por quê?
  • 5 dicas de como empreender online do zero
  • Quais dicas para ter um negócio online de sucesso?
negocio online

Qual negócio online abrir e por quê?

O universo virtual está se firmando como o espaço ideal para pequenos e médios empreendedores desenvolverem os seus negócios. 

Segundo pesquisa realizada pela PayPal e da BigDataCorp, em 2021, as pequenas empresas são responsáveis por 52% da quantidade de lojas virtuais brasileiras.

O baixo custo de manutenção e as oportunidades de escalabilidade desse modelo de empreendedorismo são aspectos que justificam esse dado. 

Afinal, essas qualidades “caem como uma luva” para transpor importantes desafios da gestão de empresas, principalmente para quem está começando.

De acordo com a 7ª Edição do Relatório NeoTrust, no primeiro trimestre de 2021, o comércio eletrônico conquistou um crescimento de 77% de faturamento, comparando com o mesmo período do ano anterior. 

Além disso, os segmentos que mais se destacaram foram, considerando o total de pedidos feitos no período:

  • Moda e Acessórios (16,6%);
  • Beleza, Perfumaria e Saúde (15,2%);
  • Entretenimento (12,6%).

Agora, quando o assunto é faturamento, as seguintes áreas são destaque:

  • Telefonia (21,2%);
  • Eletrodomésticos e Ventilação (17%);
  • Entretenimento (12,4%).

Assim, a partir desses dados, já dá para ter uma noção de por onde começar, não é verdade? O importante é que você escolha um nicho de mercado que tenha interesse. Afinal, trabalhar com o que se gosta é uma soma de liberdade financeira e realização profissional.

negocio online

5 dicas de como empreender online do zero

Para que o seu negócio online alcance o resultado esperado, é essencial adotar boas práticas de gestão. Investir em conhecimento sobre o assunto é primordial. Além disso, quando pensamos no mundo digital, é interessante estar por dentro do que acontece no mercado. 

Afinal, há novas tecnologias surgindo e o comportamento do cliente está mudando cada vez mais rápido. Assim, para ajudar você, listamos cinco dicas essenciais para empreender online do zero. Confira a seguir:

1. Planejamento é fundamental

Antes de iniciar a estruturação do seu negócio na internet, você precisa se preparar para isso. Se seu objetivo é expandir, avalie quanto dinheiro há em caixa e estude uma maneira de aplicar parte dessa reserva na abertura de sua filial na web.

Agora, se o objetivo é começar do zero, pense em como você pode utilizar seu dinheiro e garanta que haverá o mínimo para manter o negócio funcionando nos primeiros meses. 

Caso ainda não tenha uma verba para começar, é fundamental esperar e fazer um fundo de reserva para começar o seu negócio online.

Além disso, faça cursos sobre gestão e finanças. Hoje, há diversas opções de capacitação sobre empreendedorismo para pequenas e médias empresas, inclusive alternativas gratuitas. 

O Sebrae oferece cursos para quem já tem um CNPJ, enquanto a FGV (Fundação Getúlio Vargas) conta com alternativas gratuitas para todo o público.

negocio online

2. Identificação do seu público-alvo

O desafio de descobrir quem é o cliente que procura por seus produtos ou serviços fica muito mais fácil quando você define diferentes perfis para eles. As pessoas que se interessam pelo seu negócio são chamadas de público-alvo. 

Para ter mais precisão na oferta e na venda, é interessante conhecer as personas do seu negócio. Na prática, elas consideram as particularidades de grupos que compõem o seu público. Isso ajuda a personalizar o atendimento e contribui para aumentar a conversão de vendas.

A partir de informações reais sobre seus clientes — idade, profissão e formação escolar, por exemplo —, é possível descobrir o que ele procura, como procura e qual é a melhor maneira de dialogar com ele. 

Assim, as estratégias de marketing, promoções e demais ações do seu negócio podem ser planejadas para diferentes grupos que fazem parte do público-alvo.

Para te ajudar nessa tarefa, consulte o Gerador de Personas. A plataforma determina previamente as informações que devem ser preenchidas para criar a persona que se interessa por seu produto ou serviço.

Com a persona desenvolvida em mãos, você saberá como sua loja ou empresa pode atender às necessidades desse cliente em potencial.

Caso você já tenha um negócio, vale a pena pesquisar o mercado virtual antes de iniciar a empreitada. 

É possível que o produto que você vende não tenha tanto apelo para a internet. Por outro lado, caso você atue nos nichos de saúde e bem-estar, finanças, marketing, moda e beleza, estar fora da internet significa perder vários clientes por dia.

3. Cuidados com produto e nicho

É fundamental manter o seu negócio competitivo. Então, é preciso aplicar boas práticas de análise para identificar o que está em destaque no mercado e o que deve vir a se tornar sucesso em vendas. 

Isso é uma forma de se antecipar e preparar o seu negócio, bem como estoque e site, para as tendências.

Nesse sentido, vale aplicar uma análise SWOT (Strengths, Weaknesses, Opportunities and Threats, ou Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças). 

Além disso, quando o seu negócio online já estiver funcionando, é interessante trazer a matriz BCG também como uma ferramenta para planejamento de vendas e tomada de decisões.

Em um nicho que possa ser considerado saturado, é essencial usar técnicas especiais para diferenciar os seus produtos e serviços dos concorrentes. Ou seja, investir na qualidade da experiência do cliente é primordial. 

De acordo com estudo da PwC, em 2018, 92% dos brasileiros estão dispostos a pagar mais graças a uma boa experiência de compra.

Para aprimorar a experiência, a tecnologia tem um papel essencial. Por isso, na hora de escolher um Construtor de Sites, avalie se há integração com outros serviços e soluções. 

Destaque deve ser dado para a parte logística de entrega dos produtos, afinal, o atraso de pedidos é um dos principais motivos de insatisfação.

negocio online

4. Tom e voz do negócio

Adeque as suas comunicações para o que seu público espera. Claro, crie uma identidade para a sua marca. 

É interessante fazer benchmarking com outros modelos de negócio, nacionais e internacionais. Navegue por lojas de outros negócios online e dê uma conferida também nas redes sociais.

5. Atenção às parcerias

Na hora de escolher a plataforma do seu Construtor de Sites, busque compreender o mercado em que você vai atuar. 

Lojas ligadas ao universo da moda, por exemplo, precisam de uma plataforma que possibilite a descrição de várias características do item vendido. 

Se você for vender itens para carros, será preciso cadastrar vários modelos de um mesmo produto para atender diferentes tipos de veículos.

Mesmo que você tenha grandes planos para seu comércio, mantenha os pés no chão. Procure por empresas que forneçam plataformas com funções que você realmente vai precisar, atendendo às necessidades do início da jornada, sem te fazer pagar por aquilo que não é exigido agora.

Quando a operação do seu negócio começar, você vai precisar monitorar os produtos mais vendidos, saber o que ainda está disponível em estoque, avaliar o preço médio das vendas, etc. 

Por isso, antes de contratar uma ferramenta, procure por uma empresa que possibilite integrar o seu negócio a um sistema de gestão.

Além do controle sobre os processos do seu negócio, é possível integrar sua plataforma a diferentes formas de pagamento:

  • Cartões de crédito ou débito;
  • Boletos;
  • Pix;
  • Pagamentos online como o PayPal. 

Quanto mais opções para pagar, maior a chance de um cliente concluir uma venda.

negocio online

Quais dicas para ter negócio online de sucesso?

Para fazer o seu negócio online ter sucesso, é importante reforçar a atenção na escolha das parcerias estratégicas. Isso vale principalmente para a definição do fornecedor do seu Construtor de Sites.

Além da integração, é essencial que as funcionalidades da plataforma permitam que você tenha uma gestão à vista do seu comércio. Afinal, uma cultura guiada a dados potencializa os resultados do seu negócio online. 

As vendas devem ser monitoradas e não somente avaliadas após o fechamento do resultado. 

O acompanhamento permite a prática de análise preditiva, o que antecipa possíveis cenários e ajuda você a definir alternativas de caminhos, caso essas tendências se concretizem.

Entenda, a seguir, os indicadores que não podem faltar no seu negócio online:

Valor médio por venda

O Valor Médio por Pedido (VMP) é fundamental para monitorar as taxas de lucro de um comércio online. 

O cálculo é simples: somatória da receita bruta das vendas dividida pela quantidade de pedidos feitos. 

O número obtido é o valor médio gasto por um cliente em um pedido da sua loja e se relaciona diretamente ao lucro.

Tráfego

Saber quantas pessoas acessam seu comércio eletrônico e compreender a origem do tráfego é um passo fundamental para seguir aumentando as vendas do seu negócio. 

Não basta uma plataforma bem-feita se você não conseguir levar o público até os seus produtos. 

Ao compreender a origem do tráfego, será mais fácil trabalhar em promoções para atrair mais público e aumentar as vendas ao focar as campanhas em diferentes redes sociais, por exemplo. 

Taxa de abandono de carrinho

Monitorar os carrinhos que são deixados para trás sem que se conclua a venda é uma maneira de entender como os visitantes lidam com o seu comércio online. 

O principal motivo para abandono é a pesquisa sem intenção de compra, por exemplo, e esse indicador possibilita descobrir quais produtos estão sendo visados por quem visita o seu site.

Conclusão

Iniciar a trajetória de vendas na internet vai exigir planejamento e muita pesquisa para aprender a lidar com estes novos mercado e público. 

Conhecer os seus clientes, compreender suas buscas e estruturar seu comércio virtual para que tenham uma boa experiência de compra são bons passos para ter lucro com o comércio digital.  

Além disso, ter parcerias estratégicas é um ponto crucial para o sucesso do seu negócio online. Por isso, tenha atenção nessa tomada de decisão e avalie o quanto uma solução pode promover autonomia e praticidade para você, bem como a escalabilidade da operação.

Então, o que você achou deste post? Se você se interessou por este artigo, portanto, aproveite e confira também nossas dicas para potencializar a presença digital da sua marca. E veja, ainda, como nosso Construtor de Sites pode ajudar você.

Então, até a próxima!

FacebookTwitterLinkedin
Topo



Veja também