Abrir uma empresa: quanto custa e qual é o melhor modelo

Conheça os 5 tipos de empresa
Qual é a melhor para você? Conheça os 5 tipos de empresa
7 de agosto de 2019
Backup em nuvem
Backup em nuvem: 5 motivos para usar na sua empresa
19 de agosto de 2019

Você sabe qual é o custo para se abrir uma empresa no Brasil? Diante da burocracia do nosso país, chegar a um valor pode se tornar uma missão inglória. Mas, sem rodeios, é possível apontar que esse número mágico vai de R$ 200 a mais de R$ 1,5 mil.

Prepare-se para investir de R$ 200 a R$ 1,5 mil para abrir uma empresa. Imagem: Unsplash

Para ser mais preciso, um relatório do Banco Mundial mostrou que, há dois anos, abrir uma empresa custava R$ 1.581,16. 

Cálculos para se abrir uma empresa

O valor citado acima mostra que se deve levar em consideração, para abrir uma empresa, o equivalente a 5,2% do PIB Per Capita — calculado por meio do Produto Interno Bruto dividido pelo total de habitantes. No ano passado, o Brasil ficou apenas em 40º lugar na lista com 42 países, segundo a Austing Rating.

O que isso significa? Além de dinheiro, você precisará ter paciência, já que o tempo para abertura de uma empresa é maior. A Revista Exame aponta que o Brasil, em 2017, estava em 179º lugar no ranking mundial, com tempo médio de 119 dias, mesmo que esteja em queda nos últimos anos.

Gastos em detalhes

Capital Inicial: esse aporte será importante para cobrir gastos iniciais, sobretudo relacionados a questões burocráticas e, eventualmente, de infraestrutura para se abrir uma empresa. Alguns deles são: 

  • DARE (Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais);
  • DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais);
  • Junta Comercial (Sendo diferente em cada região: Estado, Receita Federal, Prefeitura, INSS, CEF, conselhos de classe);
  • Certificado Digital.

Atente-se também para as especificidades de cada região, pois outras documentações podem ser exigidas e influenciar nos custos.

Tipos de empresas

Na próxima etapa de se abrir uma empresa, os valores terão a ver justamente com o tipo de negócio que será aberto. Algumas das opções: EIRELI (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada), MEI (Microempreendedor Individual) e Sociedade Ltda.

Saber em qual modelo de empresa apostar também é fundamental para se mensurar os gastos. Imagem: Unsplash

Empresa Simples

É um regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos que se aplica às microempresas e aos empreendimentos de pequeno porte. Neste caso, há geralmente alíquotas menores e administração simplificada de agenda tributária.

MEI

Por se tratar de valores inferiores aos de outros modelos, torna-se uma ótima opção. O MEI, por sua vez, apresenta o sistema tributário SIMEI — Simples Nacional — personalizado, com recolhimento de impostos bem menor. Com valor médio de R$ 50 por mês, é possível se tornar um MEI.

Microempresa

Se você já for MEI, investir em uma microempresa será a melhor opção. Separe o investimento para a Junta Comercial. A quantia, porém, varia de acordo com cada estado, bem como com a natureza jurídica do negócio.

Empresa de Pequeno Porte

Para uma empresa de pequeno porte, haverá gastos com documentação, impressão, xerox e emissão. São eles:  CPF, RG, título eleitoral, comprovantes de residência e ponto comercial, declaração de Imposto de Renda, nome fantasia e o serviço que será oferecido ao cliente.

A taxa de registro de nome e o alvará de funcionamento também devem ser colocados na conta. Há outros gastos que envolvem o capital social e os demais valores. 

No regime tributário, há o Simples Nacional. No caso das microempresas e empresas de pequeno porte, o Documento de Arrecadação Simplificada (DAS) e o valor de contribuição irão variar entre 4% e 22,45% a depender do faturamento, número de funcionários e ramo do negócio.

CNPJ

O Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) é necessário para se abrir uma empresa, de qualquer tipo. A quantia varia conforme o modelo de negócio, seja MEI, EIRELI, Empresário Individual (EI), Sociedade Limitada (Ltda) e Sociedade Anônima (S.A.).

Empresa Ltda.

Envolve a participação de dois ou mais sócios que contribuem de forma conjunta no capital. Necessita do registro na Junta Comercial e da inscrição na Receita (para adquirir o CNPJ) e na Fazenda (para obter o ICMS), além de registro na Prefeitura para o alvará de funcionamento. 

Conclusão: invista em informação

Tempo é dinheiro; e conhecimento, também! Ao abrir uma empresa, o melhor investimento que você poderá fazer será no conhecimento. Por meio dele, será possível minimizar gastos e dar o start para um empreendimento de sucesso. Informação nunca é demais!

Terra Empresas

Escrito Por

Terra Empresas

O Terra Empresas traz soluções completas para você realizar negócios com os melhores produtos e serviços digitais

Anterior
Próximo
Deixe seu Comentário
Blog
Conheça nossos Produtos