Menu Terra Blog Empresas

O que esperar na volta ao trabalho presencial?

publicado por Terra Empresas

Minutos de Leitura 10min leitura

O que esperar na volta ao trabalho presencial?

Depois de um longo período de apreensão, medo, dor e isolamento devido à pandemia da Covid-19, já é possível ver muitos profissionais de volta ao trabalho. Com o avanço da vacinação, a perspectiva sobre a gravidade da doença muda. 

Apesar dos riscos de reinfecção e novos casos acarretados pelas variantes, cada vez mais vivenciamos a oportunidade de retomada. 

No entanto, o cenário ainda preocupa e existem normas e regras, previstas na legislação, que precisam ser acatadas, sobretudo, em relação à circulação e permanência em espaços fechados.

Veja o que iremos abordar neste artigo:

  • Quais as expectativas da volta ao trabalho presencial? 
  • Quais são os desafios?
  • Como se preparar? 
  • Devo escolher entre trabalho presencial ou negócio online? 

Quais são as expectativas da volta ao trabalho presencial? 

Quando o assunto é a retomada das atividades presenciais, a primeira palavra que vem à mente de tantas pessoas é receio. Por mais que grande parte da população esteja vacinada, inclusive com a segunda dose, já caminhando para o reforço, o medo impera.

Entretanto, é notável os esforços do órgão públicos — governo e prefeituras — em tornar o retorno mais seguro. Ainda não existe um sentimento confortável, especialmente, para quem passou tanto tempo confinado e se acostumou com a rotina home office.

Em outubro de 2021, o governo instituiu as regras para o retorno gradual e presencial dos trabalhadores vinculados às empresas, desde que acatadas as orientações determinadas pelo Ministério da Saúde.

Para algumas empresas, foi adotado o sistema híbrido, que é a opção de trabalhar em casa e no escritório. Entretanto, nem todo negócio pode manter a equipe fora do ambiente de trabalho, obrigando a volta ao trabalho presencial já no primeiro trimestre de 2022.

Foram quase dois anos após uma transformação repentina na estrutura de vida pessoal e profissional, a nível global. As expectativas se fundem às dúvidas de como alinhar esse formato de trabalho com as memórias do antes e o que esperar do futuro.

Quais são os desafios da volta ao trabalho presencial?

Se você é um empreendedor, profissional autônomo, que antes da pandemia atuava em uma estrutura fora de casa, terá que repensar suas estratégias e na adaptação ao pós-pandemia.

Caso seja um lojista e tenha funcionários, os cuidados são redobrados, considerando sua responsabilidade sobre a saúde mental e física de todos. 

Ao mesmo tempo que não dá para ignorar o quanto o mundo foi impactado pelo coronavírus, é preciso seguir em frente e pensar na recomposição dos negócios e da economia.

O principal desafio é contribuir para que, com a circulação em massa, as estatísticas de casos permaneçam baixas. Sem querer, as pessoas se esquecem de cumprir protocolos e isso pode ser um fator negativo.

Até que a população esteja totalmente livre e não seja mais necessário o uso contínuo de máscaras e álcool gel, parece ainda existir um longo caminho pela frente. 

O comportamento de todos, com base na colaboração e empatia, será fundamental para essa retomada. 

Como se preparar para a volta do trabalho presencial? 

Mesmo com a vacinação, é difícil prever como será o ano de 2022, pelo menos o primeiro semestre, a julgar pelo surgimento das variantes. 

Logo, quem tiver que voltar ao trabalho, precisa fixar o mantra do “estou fazendo a minha parte”.

Embora trabalhar remotamente seja uma tendência para uma realidade imposta, muitas pessoas preferem ter uma rotina externa, ver gente e ter uma relação mais próxima.

Por isso, selecionamos algumas dicas de como ser estratégico no planejamento de uma volta sem riscos e com retorno satisfatório:

Pense positivamente

Se ficar pensando nos aspectos negativos dessa volta, você acabará adoecendo mentalmente. Por mais que o vírus seja uma ameaça letal, com os devidos cuidados, é possível levar uma vida normal e sem neuras. 

É preciso encarar a realidade com coragem e otimismo sem, contudo, deixar os protocolos de lado. As regras de distanciamento, uso de máscaras, quantidade de pessoas no ambiente, entre outras, devem ser rigorosamente respeitadas. 

No entanto, isso não impede de criar uma rotina segura, enxergar o lado bom de retomar os negócios e pensar nas possibilidades de produtividade e crescimento.

Identifique melhorias

Já pensou que algumas atividades e processos do seu negócio podem melhorar a partir dessa nova jornada? Tente identificar o que pode ser aproveitado da experiência com a pandemia e agregar valor ao que você faz.

Você pode repensar o atendimento, incluir serviço de delivery ou até mesmo mudar de ramo se percebeu oportunidades melhores. 

Talvez, abrir um novo negócio seja tudo o que você precisa para motivar a volta ao trabalho. Por mais obscuro que seja o cenário, esse é um momento de se reinventar e buscar combustível na perseverança característica de todo brasileiro.

Crie uma nova rotina

O mundo foi assolado por algo até então impensável, que trouxe muita dor e falta de perspectivas. As pessoas perceberam que o trabalho é importante, assim como a solidariedade, empatia e afetividade. 

Crie uma rotina mais leve, se possível, com flexibilidade de horário, espaços aconchegantes e calor humano.

Trata-se de um recomeço, em que cada um traz na bagagem uma série de sentimentos experimentados durante o isolamento.

Você e sua equipe, caso tenha, terão que atrair os clientes novamente e mostrar um ambiente confiável, que não abre mão dos protocolos.

Com a volta do trabalho presencial devo tirar meu negócio do online? 

Quando as empresas e empreendedores começaram a perceber a gravidade da situação, logo tiveram que tomar decisões. Dentre elas, fechar as portas físicas e partir para o ambiente virtual. 

Para sorte de muitos, o comportamento do cliente que já vinha mudando com a transformação digital se intensificou. As vendas no e-commerce aumentaram, fazendo com que bombasse os negócios online.

Se você está nesse grupo, e agora? O que é melhor: fechar a loja online e tirar o site do ar para voltar ao trabalho presencial ou manter os dois formatos e explorar o potencial de ambos?

Por que não continuar marcando presença digital e aproveitar a visibilidade na internet para informar aos seus clientes sobre a reabertura do negócio físico? 

Você pode trabalhar a cultura omnichannel e integrar o físico com o virtual para ampliar os canais de atendimento ao seu público.

É preciso analisar tanto o mercado quanto o negócio para entender se faz sentido manter os dois modelos. Avalie os produtos, a precificação e a capacidade de atender online e presencial. 

Leve em consideração todos os fatores que condicionam a reabertura do estabelecimento físico, para não ter problemas de atendimento ou com a própria legislação. 

Pode ser que você descubra que nem é necessária a volta ao trabalho presencial e que vale mais impulsionar um comércio virtual, lucrando mais e em segurança.

Conclusão

Tenha em mente a importância de se resguardar, mas, sobretudo, a consciência de que nada será como era antes. De uma forma ou de outra, o mundo mudou e nele estão os negócios, as pessoas e o formato de trabalho.

Se inspire em outras empresas, observe o que elas estão fazendo para voltar ao ambiente presencial e dar continuidade aos propósitos e metas. Os desafios são grandes, mas para quem tem um objetivo traçado, desistir não faz parte dos planos. 

Escolha máscaras de boa proteção, não economize no álcool gel, arregace as mangas, respire fundo e abra as portas com um sorriso nos olhos, ou seja, não tenha medo de ousar, desde que, com segurança, você acredite no seu negócio. 

Boa sorte e até breve!

FacebookTwitterLinkedin
Topo



Veja também